top of page

Roda de Conversa da CABE promove relevante discussão sobre Ansiedade e Saúde Mental




Na tarde desta quarta-feira, 31 de janeiro, a CABE promoveu a 1ª Roda de Conversa de 2024 com a equipe da CABE Saúde Mental e convidados.


A presidente, coronel Maria Costa, realizou a abertura do evento com uma reflexão sobre a postura que os policiais aprendem a desenvolver em suas rotinas, passando a imagem de um profissional que está pronto para tudo, mas que no íntimo muitas vezes está passando por desafios pessoais profundos e necessita de conversar e de acolhimento.





Maria Costa também falou sobre o trabalho iniciado em sua gestão para apoiar os policiais militares na saúde mental e que hoje, com a clínica da CABE SAÚDE MENTAL, o trabalho ganhou maiores proporções. E entendendo o cenário que envolve os policiais, a presidente afirmou que há interesse de ampliar ainda mais as iniciativas e os serviços disponíveis.


O diretor de Assistência Social da CABE, Sidney Bernardes, destacou o quanto a iniciativa de acolher o policial, desenvolvida na atual gestão, tem sido acertada e importante para o militar e sua família. Bernardes também disse que a Assistência Social da associação tem um foco amplo.





O tenente Lucivaldo Dias, que participou do evento representando o comandante do RPMON, tentente-coronel Genilson Oliveira, agradeceu o importante apoio e parceria da CABE com a sua unidade, relatando aos presentes o impacto positivo que essa parceria tem produzido nas famílias atendidas.





A Dra Fernanda iniciou a roda de conversa expondo como os psicólogos da CABE podem apoiar e acolher os associados e seus familiares. Ela também explicou que as abordagens da equipe da CABE SAÚDE MENTAL procuram ser multidisciplinares e que é fundamental quebrar a barreira do silêncio e buscar ajuda.

As psicólogas Dilene e Anne, e o psicólogo Rogério Gurgel, listaram situações que podem estimular a ansiedade e apresentaram quais sinais podem ser percebidos nos indivíduos que estão passando por essa experiência.



O major Michello, da assessoria de comunicação da PMDF, falou da pressão que os policiais são submetidos e a importância da Saúde Mental, destacando o quanto é positivo todo o trabalho que a CABE tem feito para os policiais e a PMDF. O major também falou da pertinência do assunto em relação ao momento e à responsabilidade que cada militar carrega em sua profissão.




O associado Rubens Pinheiro de Souza, subtenente veterano, compartilhou com os presentes seu entusiasmo em ver a CABE realizando essas iniciativas, as quais são inéditas, e elogiou a forma como as psicólogas apresentaram os sinais.


Outros participantes também compartilharam suas dúvidas e testemunhos em relação ao tema, um deles foi o coronel Moreira, associado veterano, que relatou suas percepções e experiências quando esteve na ativa e a necessidade de investir esforços para ajudar os policiais militares. Moreira também elogiou a atenção da CABE que procura tratar o policial como pessoa, seja ele veterano ou da ativa, e que tem sido revolucionárias a gestão e a liderança da associação, principalmente nesse trabalho de saúde mental.





Entre os convidados do evento, além de associados, estiveram a psicóloga do RPMON, Hadide e a fisioterapeuta Jaqueline, integrantes da DVPC e parceiros convidados.


A CABE agradece a participação de todos e das equipes da Brasal Veículos e do Grupo Educacional Projeção, parceiros que estiveram apoiando nosso evento.



321 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page